Pastoral

Não, aqui não!

image004
Rodrigo Soeiro
Escrito por Rodrigo Soeiro

Graça e Paz de Jesus Cristo,

Quero desejar a vocês um maravilhoso feriado de Páscoa na presença dEle!

João 2:1-11

“No terceiro dia houve um casamento em Caná da Galiléia. A mãe de Jesus estava ali; Jesus e seus discípulos também haviam sido convidados para o casamento. Tendo acabado o vinho, a mãe de Jesus lhe disse: “Eles não têm mais vinho”. Respondeu Jesus: “Que temos nós em comum, mulher? A minha hora ainda não chegou”. Sua mãe disse aos serviçais: “Façam tudo o que ele lhes mandar”. Ali perto havia seis potes de pedra, do tipo usado pelos judeus para as purificações cerimoniais; em cada pote cabia entre oitenta a cento e vinte litros. Disse Jesus aos serviçais: “Encham os potes com água”. E os encheram até à borda. Então lhes disse: “Agora, levem um pouco do vinho ao encarregado da festa”. Eles assim o fizeram, e o encarregado da festa provou a água que fora transformada em vinho, sem saber de onde este viera, embora o soubessem os serviçais que haviam tirado a água. Então chamou o noivo e disse: “Todos servem primeiro o melhor vinho e, depois que os convidados já beberam bastante, o vinho inferior é servido; mas você guardou o melhor até agora”. Este sinal miraculoso, em Caná da Galiléia, foi o primeiro que Jesus realizou. Revelou assim a sua glória, e os seus discípulos creram nele.”

Reflexão

No decorrer dos dias, a nossa tendência é estabelecer áreas intocáveis em nossa alma. Compartimentos do nosso coração que não abrimos pra ninguém e as vezes nem para Deus. Estaria Deus interessado nessas áreas pra fazer alguma coisa?

O texto citado acima vem nos informar que Jesus, junto com sua mãe e alguns discípulos, foram convidados para um casamento. No meio da festa o vinho acabou, frustrando todos que estavam naquele ambiente. Percebendo Jesus que seria uma grande oportunidade de realizar o Seu primeiro milagre, Ele mandou os garçons buscarem as vasilhas mais sujas daquele ambiente: os potes de pedra das purificações cerimoniais judaicas, local esse que as pessoas usavam religiosamente para limpar as mãos e terem a possibilidade de entrar no casamento. Em resumo, Jesus decidiu usar as vasilhas sujas de uma religião adulterada para servir como instrumento do próprio milagre que Ele iria fazer. Ou seja, o local que a poucos instantes concentrava coisas sujas, a partir de Jesus se tornou instrumento de alegria para todas as pessoas.

Minha oração pra esse dia é que possamos entregar todos os compartimentos mais sujos e machucados do nosso coração, crendo que através dessa entrega os milagres da transformação ocorrerá em todas as áreas da nossa alma!

No amor de Cristo Jesus,

Pr. Soeiro.

Assine a nossa Newsletter

Assine a nossa Newsletter

Receba o melhor conteúdo do nosso blog direto no seu e-mail. Notícias, novidades e muita informação para você crescer em conteúdo e na fé. 

Basta você colocar o seu e-mail aqui embaixo e uma confirmação chegará para você. Deus Abençoe!

Sua assinatura foi registrada!

Sobre o Autor

Rodrigo Soeiro

Rodrigo Soeiro

Rodrigo Soeiro nasceu em 03 de fevereiro de 1.985 em São Paulo. É esposo da Tatiane e pai do Davi e do Lorenzo. Além de cantor, músico, compositor, arranjador, ele também é pastor da Igreja Assembleia de Deus Alto do Ipiranga, conhecida como ADAI.

2 comentários

  • Olá, visitante