Missões Pastoral

Igreja da Sardes (Sermão 14/02/18)

estatua-grega
Rodrigo Soeiro
Escrito por Rodrigo Soeiro

Apocalipse 3:1-6

Ao anjo da igreja em Sardes escreva: Estas são as palavras daquele que tem os sete espíritos de Deus e as sete estrelas. Conheço as suas obras; você tem fama de estar vivo, mas está morto. Esteja atento! Fortaleça o que resta e que estava para morrer, pois não achei suas obras perfeitas aos olhos do meu Deus. Lembre-se, portanto, do que você recebeu e ouviu; obedeça e arrependa-se. Mas se você não estiver atento, virei como um ladrão e você não saberá a que hora virei contra você. No entanto, você tem aí em Sardes uns poucos que não contaminaram as suas vestes. Eles andarão comigo, vestidos de branco, pois são dignos. O vencedor será igualmente vestido de branco. Jamais apagarei o seu nome do livro da vida, mas o reconhecerei diante do meu Pai e dos seus anjos. Aquele que tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas.

Contextualização da Perícope

A região na Ásia menor chamada de Sardes é hoje conhecida como Capadócia. E uma das características históricas a respeito dessa região no primeiro século é que havia estátuas gregas no formato de seres humanos, ou seja, era um local onde o corpo humano era muito valorizado através das obras de arte.

Enredo

Coincidência ou não, Jesus manda uma carta à Igreja de Sardes dizendo: “Conheço as suas obras; você tem fama de estar vivo, mas está morto.” Jesus aqui apresenta um laudo médico para um paciente morto! Um diagnóstico extremamente implacável porém o mais sincero possível. Agora, o que eu acho mais interessante nesse começo de carta, é que enquanto médicos costumam parar de tratar pacientes mortos, os encaminhando para o necrotério, Jesus se apresenta não como um médico comum que faz apenas o possível, mas um médico que acredita na vivificação do paciente.

Mergulhando um pouco mais no texto, é importante a gente compreender o que tinha levado essa igreja a ficar num estado terminal: “Conheço as suas obras; você tem fama de estar vivo, mas está morto. Esteja atento! Fortaleça o que resta e que estava para morrer, pois não achei suas obras perfeitas aos olhos do meu Deus.” Em outras palavras, o que Jesus quer dizer a essa Igreja é o seguinte: Sardes, eu conheço as tuas obras, conheço o teu dia-a-dia como uma igreja local e também sei que aparentemente as tuas obras revelam que você está viva, dinâmica… Porém o teu dinamismo e a tua reputação para como os homens não revela o quão estática e sem vida você está! Sardes, pra mim você está morta, a sua condição é desesperadora e o resultado disso é por conta das suas obras não serem nada íntegras! Sardes, o teu ativismo é espetacular, mas a qualidade das suas atividades já está entrando num processo de decomposição.

Enfim, gente… Esse é o diagnóstico do médico Jesus à uma igreja que aparentemente é viva, mas essencialmente aos olhos de Deus está mais morta do que nunca antes. Agora, quando a gente pensa que o laudo desse médico é pra afundar ainda mais essa igreja, Ele vem com a medicação específica pra gerar vida nesse corpo morto!

Vejam o que Jesus diz à igreja na versão da NVI: “Esteja atento! Fortaleça o que resta e que estava para morrer, pois não achei suas obras perfeitas aos olhos do meu Deus. Lembre-se, portanto, do que você RECEBEU e OUVIU; obedeça e arrependa-se.”

Vejam o que Jesus diz à igreja na versão da Bíblia A Mensagem: “Sardes, ponha-se de pé! Respire fundo! Talvez ainda haja vida em você. Mas não dá para confirmar isso examinando o que você faz, pois nada da obra de Deus foi realizada. Sua condição é desesperadora. Pense no dom que você já teve nas mãos, a MENSAGEM que você ouviu, e APEGUE-SE outra vez a ela. Volte para Deus!”

Vejam o que Jesus diz à igreja na versão da Bíblia Católica: “Sê vigilante e consolida o resto que ia morrer, pois não achei tuas obras perfeitas diante de meu Deus. Lembra-te de como recebeste e ouviste a DOUTRINA. Observa-a e arrepende-te.”

Agora… Pra gente entender o que Jesus está querendo dizer dentro do campo da medicina, quero explicar pra vocês alguns conceitos fisiológicos do nosso corpo bem interessantes, que aí sim vai ficar mais fácil pra gente entender o que Jesus queria ensinar através dessa “prescrição médica!”

Na linguagem médica, toda substância estranha que deseja entrar em nosso corpo é genericamente conhecida como ANTÍGENO, ou seja, todas as coisas ruins que podem acontecer em nosso corpo, como infeção, contaminação, etc, são causadas por uma substância genericamente conhecida como ANTÍGENO. Quando essas substâncias ruins começam atacar o nosso corpo, automaticamente outras substâncias muito boas começam a contra-atacar, e essas substâncias são conhecidas por todos nós como ANTI-CORPOS! Explicando de maneira bem simplista, a matemática do nosso corpo de ataque e defesa funciona assim, se o Antígeno for mais forte que os nosso Anti-Corpo e o paciente não cuidar com remédios esses ataques, o corpo morre.

Em outras palavras, o que Jesus está dizendo à igreja de Sardes é o seguinte: O grande Antígeno de vocês é o ativismo! Vocês acham que estão vivos por conta de estarem fazendo coisas pra mim, porém eu não estou mais no meio dessas coisas! Agora, da mesma forma que Jesus vem dizer que o Antígeno desse corpo é o ativismo, Ele mesmo vem dizer qual é o anti-corpo mais poderoso que eles devem usar pra rebater esse ataque: A Doutrina! Por isso que ele disse: “Sê vigilante e consolida o resto que ia morrer, pois não achei tuas obras perfeitas diante de meu Deus. Lembra-te de como recebeste e ouviste a DOUTRINA. Observa-a e arrepende-te.”

Em outras palavras Jesus está dizendo àquela igreja é o seguinte: Sardes, o que vai te levantar dessa UTI não é capacidade de você fazer mais obras do que você já tem feito, mas a capacidade que você deve ter de encontrar dentro de você mesma uma doutrina saudável que antes te movia e agora não te move mais!

Aplicação

Partindo do princípio que vivemos numa era pós-moderna, não tem mensagem mais atual do que essa de Jesus Cristo à Igreja de Sardes. Uma era onde as pessoas não sabem quem morreu, mas elas só querem chorar! Uma era onde os meios não tem justificado os fins, onde as pessoas estão super ocupadas, super exaustas e sobrecarregadas. Uma era onde as pessoas não encontram tempo pra respirar, onde as pessoas não sabem mais o que é terem paz e pleno contato com Deus, ou seja, uma era onde as pessoas estão aparentemente vivas e dinâmicas, mas pra Deus estão essencialmente mortas e estáticas como uma pedra!

Conclusão

Minha oração pra essa noite é que possamos ficar vigilantes e lutarmos contra esse Antígeno do ativismo através da verdadeira Doutrina de Cristo, e acreditarmos que o nosso Deus é o Deus dos novos começos. Que do pouco que ainda temos, Ele pode sempre fazer muito! Que possamos não apresentar obras vazias pra Deus, mas obras motivadas pela ação do Evangelho presente em nossa alma. Que a gente não venha contaminar as nossas vestes como a lama do pecado, mas termos sempre a certeza que através da nossa fé na Santa Doutrina de Cristo, o nosso nome estará sempre escrito no Livro da Vida!

Termino esse Sermão com os últimos versículos dessa prescrição médica: “O vencedor será igualmente vestido de branco. Jamais apagarei o seu nome do livro da vida, mas o reconhecerei diante do meu Pai e dos seus anjos. Aquele que tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas.”

Em outras palavras…. Quem avisa amigo é!

Assine a nossa Newsletter

Assine a nossa Newsletter

Receba o melhor conteúdo do nosso blog direto no seu e-mail. Notícias, novidades e muita informação para você crescer em conteúdo e na fé. 

Basta você colocar o seu e-mail aqui embaixo e uma confirmação chegará para você. Deus Abençoe!

Sua assinatura foi registrada!

Sobre o Autor

Rodrigo Soeiro

Rodrigo Soeiro

Rodrigo Soeiro nasceu em 03 de fevereiro de 1.985 em São Paulo. É esposo da Tatiane e pai do Davi e do Lorenzo. Além de cantor, músico, compositor, arranjador, ele também é pastor da Igreja Assembleia de Deus Alto do Ipiranga, conhecida como ADAI.

Nenhum comentário até o momento.

  • Olá, visitante