Pastoral

Anastasys

foto 1
Rodrigo Soeiro
Escrito por Rodrigo Soeiro

Marcos 2:13-17

E tornou a sair para o mar, e toda a multidão ia ter com ele, e ele os ensinava. E, passando, viu Levi, filho de Alfeu, sentado na alfândega, e disse-lhe: Segue-me. E, levantando-se, o seguiu. E aconteceu que, estando sentado à mesa em casa deste, também estavam sentados à mesa com Jesus e seus discípulos muitos publicanos e pecadores; porque eram muitos, e o tinham seguido. E os escribas e fariseus, vendo-o comer com os publicanos e pecadores, disseram aos seus discípulos: Por que come e bebe ele com os publicanos e pecadores? E Jesus, tendo ouvido isto, disse-lhes: Os sãos não necessitam de médico, mas, sim, os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento.”

Introdução

O poder do Evangelho de Jesus Cristo é maravilhoso! E quando digo maravilhoso, digo por conta do poder que há nele e no quanto ele pode transformar a vida de qualquer pessoa. Seja essa pessoa negra, branca, rica, pobre, honesta, ladra, religiosa, profana, etc… Ou seja, o Evangelho de Jesus Cristo não faz acepção de pessoas pois tem poder suficiente pra se encaixar em qualquer coração humano!

Nós temos a tendência de acreditar e investir o nosso tempo em pessoas talentosas, pessoas com habilidades diferenciadas, pessoas acima da curva, pessoas que vão dar o mínimo de trabalho pra gente… Até porque a gente não tem tanto tempo assim pra ensinar, ensinar, ensinar(rs)… E cai entre nós, sse raciocínio é bem lógico nas empresas, comércios, nas relações seculares, nos mais diversos processos seletivos das multinacionais! Agora… quando eu digo que o Evangelho de Jesus Cristo é maravilhoso, é porque na maioria das vezes ele acredita naqueles que ninguém acreditaria. Na maioria das vezes Deus chama aqueles que ninguém chamaria. Na maioria das vezes Deus coloca fichas de credibilidade naqueles que ninguém colocaria!

A melhor matéria-prima pra Deus não é a habilidade dos talentosos, mas o coração daqueles que reconhecem que estão doentes, imperfeitos e pecadores!

Enredo

Nesse momento da história, Jesus tinha acabado de realizar um milagre na saúde e alma daquele paralítico que tinha entrado pelo teto da casa. Depois desse milagre, Marcos vem relatar que Jesus foi para a praia. Como sempre acontecia, a multidão estava com Jesus e Ele pacientemente os ensinava. Enquanto ensinava, mesmo em meio a multidão que o cercava, Ele viu um homem chamado Levi. Porém o mais interessante é que esse tal Levi não estava na porta de uma sinagoga… Não estava na porta de um Templo judaico… Não estava pescando, como um dia o próprio Jesus encontrou a Pedro… Levi não estava em um lugar “legalzinho”… Muito pelo contrário, Levi estava na recebedoria!

Pra aqueles que não sabem, recebedoria era o local onde os cobradores de impostos trabalhavam a mando do Império Romano… Lugar que era muito mal visto pelos judeus… Um símbolo de corrupção! E é nesse lugar que Jesus vê o tal Levi!

Quando Jesus o viu, Ele disse… Segue-me!

Levi ouvindo aquilo, poderia ter questionado…

Quem é esse que pede pra eu o seguir? Quem Ele pensa que eu sou? Será que Ele não sabe que eu sou um cobrador de impostos? Será que Ele não sabe que eu não tenho perfil para ser religioso como Ele?

Se fosse eu, talvez perguntaria isso para Jesus… Mas Levi não fez isso. Ele não pensou duas vezes e começou seguir Jesus!

Pra completar a riqueza dessa história… Quando Jesus percebeu que Levi começou a seguí-lo, A Bíblia relata que Jesus decidiu visitar a casa dele. Entrando na casa de Levi junto com os discípulos, outras figuras estavam lá: publicanos, pecadores. Quando os escribas e os fariseus viram aquilo, ficaram escandalizados e foram tirar satisfação com os discípulos dizendo… Como vocês podem entrar na casa desse cobrador de imposto e ainda comem e bebem com os publicanos e pecadores?

O texto relata que Jesus ouviu o murmúrio envenenado daqueles religiosos e disse pra eles…

“Os saudáveis não necessitam de médico, mas, sim, os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento.”

Em outras palavras Jesus estava dizendo…

Eu não vim atrás dos que se acham curados… Eu não vim atrás dos independentes… Eu não vim chamar os que se acham justos por si mesmos… Eu não vim chamar os que se acham tão santificados e não carecem de uma interferência divina…

Mas eu vim atrás daqueles que diariamente desejam ser curados… Eu vim atrás daqueles que diariamente desejam ser dependentes… Desejam ser justificados… Desejam ser santificados! Agora não pelas suas próprias forças… Não pela lei de Moisés… Nem pela religiosidade de vocês… Mas pela GRAÇA, o favor imerecido de Deus!

Aplicação

É isso que me encanta no poder do Evangelho! Enquanto nós temos a tendência em querer discipular aqueles que levam jeito pra coisa… Discipular os saudáveis… Discipular os justos… Discipular os santificados… O Evangelho da graça de Deus acredita no potencial dos doentes que um dia serão curados… O Evangelho da graça de Deus acredita no potencial dos injustos que um dia serão justificados… O Evangelho da graça de Deus acredita no potencial dos pecadores que um dia serão santificados!

Você pode perguntar…

Mas até que ponto vale a pena acreditar nessas pessoas? Elas poderão trazer resultados expressivos para a expansão do Reino de Deus? Valeu a pena Jesus ter acreditado no Levi?

Se nós temos o primeiro Evangelho em nossa Bíblia hoje é graças a Deus e ao Levi! O nome de Levi era composto… Levi Mateus! Ou seja… O autor do primeiro Evangelho foi um ex-doente, um ex-corrupto, um ex-pecador! De um possível coletor de impostos… Levi Mateus se tornou um inesquecível discípulo, o qual tem o seu nome registrado nos textos sagrados até hoje e tem a sua relevância inquestionável na história do cristianismo!

Final

Termino esse sermão dizendo…

Se Jesus transformou a vida de um possível cobrador de impostos chamado Levi Mateus… Ele também pode transformar a nossa, porém o único desafio é fazermos o que ele fez…

1. É necessário ouvirmos o chamado dEle

É necessário em todo tempo termos a sensibilidade de ouvirmos o seu chamado!

2. É necessário o seguirmos

É necessário abandonarmos os locais profanos que estamos enraizados e começarmos a seguir as rotas que o Ele nos proporcionar!

3. É necessário vê-lo em nossa casa

É necessário Jesus entrar em nossa casa e comandar o mais íntimo da nossa vida e família! Seja lá qual for a nossa situação hoje… O quanto desacreditado estivermos com nós mesmos ou pelas pessoas que estão em nossa volta… Ele continua sendo o médico que nos cura… Continua sendo o mordomo que nos serve e o Messias que nos salva! Ele continuará acreditando naqueles que ninguém acreditaria… Ele continuará chamando aqueles que ninguém chamaria… Ele continuará colocando fichas de credibilidade naqueles que ninguém colocaria!

E como resposta a tamanho investimento dele em nós… O mínimo que devemos fazer a investir o nosso tempo, discipulado e mordomia na vida daqueles que estão sentados nas calçadas da vida… Sem fé, sem esperança e sem amor!

Curiosidade bíblica

O verbo “levantar” traduzido no português, no original não é o ÉRGUÉTÉIS, que significa um levantar comum… O verbo que Marcos usa para falar do levantar de Levi Mateus foi o ANASTAYS, que significa ressuscitar! Acredite, esse é o poder do Evangelho de Jesus Cristo na vida de uma pessoa!

No amor de Cristo Jesus,

Pr. Soeiro

Assine a nossa Newsletter

Assine a nossa Newsletter

Receba o melhor conteúdo do nosso blog direto no seu e-mail. Notícias, novidades e muita informação para você crescer em conteúdo e na fé. 

Basta você colocar o seu e-mail aqui embaixo e uma confirmação chegará para você. Deus Abençoe!

Sua assinatura foi registrada!

Sobre o Autor

Rodrigo Soeiro

Rodrigo Soeiro

Rodrigo Soeiro nasceu em 03 de fevereiro de 1.985 em São Paulo. É esposo da Tatiane e pai do Davi e do Lorenzo. Além de cantor, músico, compositor, arranjador, ele também é pastor da Igreja Assembleia de Deus Alto do Ipiranga, conhecida como ADAI.

Nenhum comentário até o momento.

  • Olá, visitante